Ensino Privado
Preciso de...
Distrito:
Concelho:
Palavra chave:
   
 
 
Instituição em destaque

Colégio do Vale

VISITE-NOS!

Ver mais detalhes

Inscreva-se na nossa Newsletter


Imprimir

Não há famílias perfeitas - Marta Gautier

Não há famílias perfeitas - Marta Gautier

Durante este encontro, Marta Gautier encheu a sala falando do como é essencial “amar-nos a nós próprios” e de aceitarmo-nos na imperfeição que somos. É importante aprender a cumprir os nossos sonhos, não nos deixando limitar pela opinião dos outros acerca de nós próprios.

O mundo é assustador e desorganizante aos olhos de uma criança. Desta forma, é necessário proteger a criança e ajudá-la a crescer. Os pais, geralmente tidos como “heróis”, têm um papel fundamental neste processo. Contudo, e como o próprio nome indica, não há famílias perfeitas, e é muitas vezes na desorganização familiar que a descoberta do desconhecido decorre.

Durante o crescimento de uma família, existem muitos obstáculos, muitas dificuldades e também muitas alegrias. Por vezes, torna-se mais “fácil” agarrarmo-nos às dificuldades e à tristeza, pois esta “faz-nos companhia”. Enquanto a felicidade implica arriscar, lidar com o inesperado…

A ideia da perfeição faz com que tenhamos uma noção de controlo errada. Pensamos que se controlarmos tudo seremos felizes, e acabamos por passar muito tempo à procura de situações em que controlamos, ou pensamos que controlamos, e no fim ficamos muitas vezes envolvidos em situações que nos prejudicam.

Se numa família existem várias etapas e várias aventuras, também na descoberta de si próprio como ser humano individual e pertencente a algo, é uma tarefa preenchida e difícil. O entrar em contacto com a intimidade não é fácil, o confiar, o nos permitirmos a ser vulneráveis é por vezes bastante doloroso. Mas não será isto apenas o crescimento?

É fundamental aceitarmos que cometemos erros, que nos enganamos, que mesmo quando achamos que estamos a agir correctamente, por vezes isso é falso. Aceitarmos que não podemos controlar tudo e que somos imperfeitos. A nossa família é imperfeita mas não deixa de ser especial.

Revelarmos o que somos aos outros é um desafio intenso, errarmos, desiludirmos, ou mesmo surpreendermos os outros é um risco… é um medo com que nos deparamos sempre. Mas só quando conseguimos encontrar-nos e permitirmo-nos a encontrar os outros, é que conseguimos aceitarmo-nos!

Todos nós temos limites e temos ambições. É necessário ser “egoísta” e ouvirmo-nos! É fundamental aceitarmo-nos!

Não há famílias perfeitas nem pessoas perfeitas. Existem seres humanos que na descoberta individual procuram viver em relação, encontrando um espaço de partilha e de aceitação. Não é fácil, mas é fundamental!

marta gautier

 

 
publireportagens
 
Clínica da Educação

A resposta que procura para o seu filho!

O seu centro de referência na educação com uma equipa multidisiplinar com as respostas que necessita.

ver mais »

 
JOVENS PORTUGUESES CONQUISTAM MEDALHAS A MATEMÁTICA!

O Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, felicitou a equipa que representou Portugal nas Olimpíadas Internacionais de Matemática (IMO) pela conquista de uma medalha de ouro, uma de prata e duas de bronze, um resultado inédito.

ver mais »

 
Portal Sem Barreiras

sembarreiras.org acredita na escola inclusiva, que reconhece ao aluno com necessidades educativas especiais o direito de frequentar o ensino regular, possibilitando-lhe o acesso ao currículo comum, através de um conjunto de apoios apropriados às suas características e necessidades.

ver mais »

© 2017 Ensino Privado | CAP - Centro de Apoio Psicoeducacional - Todos os direitos reservados  - Desenvolvido por PTwebSite